SLA no RH: o que é, como calcular, exemplos e mais

Tempo de leitura: 6 Minutos

Aprenda tudo sobre SLA e entenda porque esse é um dos principais indicadores de RH

Fazer contratações certeiras em um curto período de tempo é um dos grandes desafios do RH, que é medido através do SLA.

O SLA no RH, assim como outros indicadores se tornaram fundamentais para tornar a área mais estratégica e garantir decisões assertivas.

Embora muitas empresas pulem essa etapa, ela é um parâmetro importante para avaliar a produtividade e como os resultados do setor de Recursos Humanos impactam no andamento da empresa.

Por outro lado, avaliar indicadores como o SLA RH causa um reconhecimento ainda maior para o trabalho do setor.

Se você ainda tem dúvidas sobre o que é SLA, como calcular e qual a sua importância no RH, este conteúdo é pra você!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

O que é SLA no RH?

SLA é a sigla em inglês para Service Level Agreement, que em tradução corresponde a um Acordo de Nível de Serviço. 

Normalmente o SLA é utilizado pela área de Tecnologia da Informação para definir contratos de prestação de serviços, mas hoje em dia já tem sido aplicado em outros setores.

No RH, o SLA RH pode ser definido como tempo de fechamento da vaga, ou tempo de contratação.

Importância de acompanhar o SLA RH

Agora que você já sabe o que é SLA, é hora de entender mais sobre a importância do indicador.

Com o resultado do SLA em mãos, é possível analisar se o tempo de fechamento das vagas é satisfatório ou se é necessário mudanças para melhorar o processo.

Além de servir como um termômetro de produtividade das ações, entender o SLA RH também é importante para:

Avaliar a qualidade dos processos

Com o tempo de fechamento das vagas será possível avaliar a efetividade de cada etapa e, se preciso, alterar a dinâmica do processo seletivo. Além disso, essa ação pode envolver pontos como:

Entender a assertividade dos processos seletivos

O SLA do RH alto pode significar que os perfis atraídos nos processos seletivos não são compatíveis com as necessidades buscadas pela empresa. Ou seja, o processo de atração de talentos talvez não esteja sendo assertivo, e isso aumenta o tempo de contratação.

Para melhorar esse quesito é preciso avaliar os canais de divulgação da vaga, o perfil esperado e o que está sendo avaliado.

Transparência nos processos seletivos

A partir do momento em que a empresa possui um tempo definido para o fechamento das vagas, o processo seletivo se torna mais transparente para os candidatos.

Afinal, assim é possível deixar claro o prazo de encerramento do processo seletivo, bem como definir as suas etapas, até mesmo o feedback.

Como calcular o SLA?

O SLA é obtido a partir de um cálculo simples que consiste em:

Prazo de fechamento da vaga (%) = 

Tempo para o fechamento da vaga [horas] ÷ Número de vagas

Para chegar ao número real do indicador, é importante considerar também posições já preenchidas.

Além disso, também é possível calcular as vagas fechadas dentro do prazo. Esse pode ser considerado um subindicador do SLA da vaga, e complementar para analisar as possíveis falhas no planejamento e condução do recrutamento.

Para realizar o cálculo das vagas fechadas dentro do prazo, leve em consideração:

Prazo para o fechamento das vagas: 

Vagas no prazo (%) = vagas fora do prazo ÷ total de vagas x 100

A partir do resultado obtido a empresa conseguirá analisar se o tempo é ou não satisfatório e o que pode ser ajustado com o objetivo de reduzi-lo. 

Afinal, esse tempo corresponde não somente à demora para preencher cadeiras vazias, mas também no tempo que os recrutadores investem nos processos seletivos.

Qual o tempo de contratação ideal?

É possível dizer que não existe uma definição do SLA ideal, isso porque, muitas variáveis podem impactar esse indicador.

Para entender melhor, compare por exemplo o tempo de contratação para uma vaga de recepcionista e para um programador JAVA.

Naturalmente, cada vaga e empresa possui suas particularidades. Por isso, para entender o tempo ideal do SLA, leve em consideração os perfis das vagas, a região, as exigências e outros detalhes.

Entretanto, de forma geral, cargos operacionais podem levar até 20 dias. Já os cargos sênior, que requerem uma busca mais aprimorada, podem demorar cerca de 90 dias, contando com processos seletivos manuais.

Com o auxílio de um software de recrutamento e seleção como o PandaPé, esse tempo pode ser reduzido por mais da metade.

Veja como a Aster reduziu em 83% o SLA das vagas

Como reduzir o SLA RH?

Até aqui você já conferiu exemplos de SLA e como esse indicador é importante para o RH. Então agora é hora de entender como reduzir o tempo de contratação.

Confira a seguir as ações importantes para melhorar os resultados:

1. Identifique os gargalos do recrutamento e seleção

Desenhe o fluxo atual e analise detalhadamente o processo de seleção para entender as etapas que geram atrasos nas contratações.

A partir disso, defina quais ações internas podem ser realizadas para acelerar esses processos, sem prejudicar a experiência do candidato.

experiência do candidato

2. Evite a burocracia

Processos seletivos burocráticos levam os candidatos a desistirem da inscrição ou das próximas fases. Por isso, diminua as etapas, focando somente naquelas que são essenciais para a escolha do candidato.

3. Invista na divulgação

Divulgar as vagas em canais diversos e naqueles em que os candidatos estão é essencial para atrair talentos alinhados e melhorar o SLA das contratações.

Algumas ferramentas como o PandaPé permitem a divulgação das vagas no maior banco de currículo do Brasil, o InfoJobs, além da publicação em até 20 canais com um clique.

4. Automatize a triagem

A triagem de currículos é uma atividade que demanda muito tempo dos recrutadores. Por isso, automatizar essa etapa por meio de um ATS ajuda a reduzir o SLA RH.

Afinal, com a triagem mais rápida o recrutador pode analisar os melhores perfis e fechar a vaga dentro do tempo planejado.

5. Utilize um ATS

O ATS é um software de recrutamento e seleção que ajuda a otimizar diversas atividades do RH e garantir que elas gerem resultados efetivos.

A partir do uso de uma ferramenta como o PandaPé é possível automatizar etapas até então feitas manualmente, como a publicação de vagas, triagem e envio de testes.

Dessa forma, a busca por profissionais adequados se torna mais ágil e assertiva e o RH pode perceber a redução do SLA.