RH 4.0: o que é esse conceito e como funciona a digitalização do setor?

Tempo de leitura: 8 Minutos

Saiba mais sobre o RH 4.0 e os desafios da digitalização dos processos de recrutamento e seleção

rh 4.0

Ao acompanhar a evolução tecnológica do mercado de trabalho, compreendemos a necessidade da digitalização para otimizar processos. A partir disso, uma tendência que vem crescendo bastante: o RH 4.0.

Tornar o RH estratégico é uma necessidade que muitas empresas enxergam para a eficiência dos processos relacionados ao capital humano. Ou seja, o setor de recursos humanos deve atuar com ênfase em realizar contratações assertivas, cuidar da reputação da marca e impulsionar uma gestão de pessoas positiva.

Entretanto, para desempenhar esse papel com eficiência é importante uma gestão integrada e otimizada, e nesse ponto, o RH 4.0 surge como a solução para um RH estratégico.

Conheça o perfil do novo profissional de RH

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

RH 4.0 o que é?

O RH 4.0 nada mais é do que a digitalização e automatização do setor de recursos humanos, visando melhorar atividades e resultados da área.

Esse é um comportamento com ligação direta à quarta Revolução Industrial, ao observar o desenvolvimento rápido da tecnologia e as mudanças repentinas nesse campo. O mundo corporativo passa a ser mais conectado, integrado e automatizado, beneficiando a economia de tempo e recursos, além de impulsionar a produtividade.

Nessa nova revolução temos a era da tecnologia como protagonista na rotina das pessoas e empresas, mas o fator humano que deve ficar em foco.

Portanto, a resposta para “RH 4.0 o que é?”, é que trata-se do entendimento e necessidade de acompanhar a revolução tecnológica com a automatização de processos e atividades que demandam muito tempo e serviço manual dos recrutadores.

O setor deve assumir a posição estratégica dentro das empresas, e contar com softwares para digitalizar atividades manuais, tudo isso, visando o melhor desenvolvimento dos processos para auxiliar as pessoas.

Essa movimentação apresentada pelo RH 4.0 em direção à digitalização e automatização, é o que agrega valor estratégico e decisivo ao setor, uma vez que os profissionais podem focar na jornada dos colaboradores, marca empregadora e outras ações que visam o sucesso dos negócios.

Assim, o RH 4.0 apresenta uma nova fase para o setor de recursos humanos:

Agora que você sabe sobre RH 4.0 o que é, vale destacar que a transformação digital tem posição importante nessa modalidade, mas não é o único fator que a envolve. Ou seja, o RH digital vai além de adotar métodos e ferramentas, é preciso também lidar com pessoas e capacitar o mindset digital.

Por outro lado, embora essa transformação seja moldada pela tecnologia, não significa que o RH 4.0 eliminará a necessidade de recrutadores. A realidade é exatamente a oposta: o fator humano é decisivo para contratações assertivas, enquanto a tecnologia tem o potencial de impulsioná-las.

Nesse ponto, algumas funções serão ressignificadas, enquanto novos profissionais, como o de gente e gestão surgem com novos focos dentro do RH.

As principais tendências em um RH 4.0

  • Profissionais multidisciplinares: capacidade de acompanhar de forma dinâmica e flexível as transformações digitais, mudanças e inovações contínuas;
  • Descentralização da gestão: a tecnologia permite maior integração de atividades, mas para isso é importante envolver e dar autonomia às equipes;
  • Fortalecimento da cultural organizacional: estar alinhado a digitalização implica também em uma impressão positiva para a reputação da marca empregadora;
  • Trabalho integrado: os recursos on-line fomentam a gestão descentralizada, a produtividade e a colaboração em projetos.

As tecnologias do RH 4.0 para impulsionar o setor

No RH 4.0 a tecnologia tem função de destaque ao trazer avanços para os processos, visando sempre a boa experiência dos usuários.

Inteligência Artificial

Sem dúvidas, a Inteligência Artificial é uma das principais tecnologias quando falamos de digitalização do setor de recursos humanos. Com isso, ao falar de RH 4.0 precisamos reforçar a importância dessa tecnologia para otimizar os processos seletivos.

Atualmente, os softwares como o PandaPé contam com o recurso de Inteligência Artificial, que viabiliza o chamado aprendizado de máquina. No RH 4.0 essa ferramenta tem como funcionalidade mapear e armazenar dados de contratações, comportamento do recrutador e o perfil da empresa, a fim de identificar os candidatos mais aderentes às vagas.  

Com isso, o RH torna-se mais ágil para decidir pela escolha dos candidatos, diminui custos e otimiza tempo, além de eliminar o viés inconsciente das contratações.

Centralização de dados

Recrutar por meio de plataformas especializadas em processo seletivo, os ATS (Applicant Tracking System), garante ao setor de recrutamento uma facilidade maior para reunir informações importantes para a análise das atividades e tomada de decisões assertivas.

Isso acontece porque essas ferramentas centralizam as informações em um único sistema, sem a necessidade de diversos arquivos.

Com isso, a gestão remota e integrada dos processos seletivos também é simplificada, uma vez que todos os profissionais responsáveis pela vaga possuem acesso às mesmas informações, de qualquer lugar, bem como a atualização simultânea.

É interessante destacar que a gestão remota vem se tornando cada vez mais uma necessidade devido aos novos modelos de trabalho flexível, o que também se torna atrativo para a marca empregadora.

Armazenamento em nuvem

As soluções em nuvem passam a ser cada vez mais utilizadas pelas empresas para armazenar dados e informações comuns para um grupo de colaboradores, em um ambiente virtual. Além da redução de custos com servidores e o aumento da segurança, esse modelo de armazenamento traz mais acessibilidade e facilidade para compartilhar arquivos.

Outro fator de destaque para o armazenamento em nuvem é o viés sustentável do modelo, uma vez que os arquivos podem ser organizados apenas no servidor, sem a necessidade de utilizar papel.

People Analytics

Esse é outro recurso tecnológico cada vez mais utilizado no RH 4.0. O People Analytics tem como objetivo analisar informações qualitativas dos colaboradores, a fim de acompanhar a evolução das equipes e aprimorar o recrutamento visando as necessidades reais da empresa.

Além disso, com essa metodologia de análise, os gestores conseguem entender exatamente como direcionar uma nova vaga. Esse ponto auxilia o RH em contratações mais assertivas, com base em informações lógicas.

Recrutamento digital

De forma geral, o recrutamento digital abrange as demais tecnologias citadas e engloba todas as etapas de um processo seletivo de forma automatizada e otimizada. Para isso, o setor precisará agregar um ATS como o PandaPé, desenvolvido pelo InfoJobs para impulsionar a digitalização do RH.

Com o software os recrutadores conseguem ganhar tempo em todas as fases do recrutamento, desde a publicação de uma vaga, passando pela triagem de currículos automatizada, até as vídeo entrevistas para economizar tempo.

Saiba como avaliar os candidatos em uma vídeo entrevista

Os desafios do RH 4.0

Embora a tecnologia já seja parte da realidade de muitas empresas, existem alguns desafios do RH 4.0 para as empresas durante o tempo de adaptação. Entretanto, compreender os desafios da implementação do RH 4.0 é o principal passo para enfrentá-los.

Saiba como a Brasil Risk implementou o RH 4.0 em uma empresa conservadora 

Adaptar a cultura tradicional

Sem dúvidas, romper com as barreiras impostas para a digitalização em empresas tradicionais é um dos principais desafios do RH 4.0. Muitas vezes, determinados processos fazem parte da cultura da empresa, e os colaboradores podem apresentar resistência para se adaptar à transformação digital.

Estar confortável com um processo é o motivo mais comum para não querer mudar. Por isso é importante que o plano de ação seja voltado para os resultados e benefícios que a digitalização do RH 4.0 irá trazer para os processos seletivos e gestão de pessoas.

Implementar o mindset digital

O sucesso do RH 4.0 está totalmente ligado à aceitação e adaptação dos colaboradores diante da tecnologia. Por isso, a cultura organizacional deve ser trabalhada, o mindset digital é o comportamento que traduzirá esses novos hábitos.

Logo, além de implementar a tecnologia é preciso adaptar o pensamento dos colaboradores, principalmente estimulando o uso das plataformas com os treinamentos certos.

Conciliar as diferenças geracionais

Outra questão de impacto para a transformação digital e que é também um dos desafios do RH 4.0, são as diferenças entre as gerações.

É possível encontrar no mercado de trabalho milhares de profissionais com um longo tempo de carreira e experiências, mas com algumas dificuldades para lidar com a digitalização. E do outro lado, vemos a geração que já nasceu na era digital ingressar no mercado de trabalho.

Nesse cenário, o trabalho de gestão de pessoas é fundamental para conciliar o melhor de cada profissional, e criar uma política de integração onde ambos aprendam em conjunto e valorizem as expertises de cada um.

Saiba o que a nova geração de profissionais busca no ambiente de trabalho

Capacitar lideranças descentralizadoras

Como mencionamos, lideranças descentralizadoras é uma tendência que acompanha o RH 4.0, por isso, é importante capacitar os líderes com foco na transformação digital, e empatia para entender as necessidades e dificuldades de cada colaborador.

Os líderes têm papel fundamental para a boa adaptação dos funcionários com a tecnologia, afinal são eles que podem inspirar e impulsionar o propósito da empresa com as mudanças. Por fim, a descentralização das atividades se torna mais simples com a integração digital, além de mostrar confiança nos colaboradores.

Com o RH 4.0 a burocracia no setor tende a ser minimizada, gerando vantagens para o fluxo dos processos e produtividade. E com isso, o RH ganha mais tempo para atuar de forma estratégica em questões qualitativas.

Para impulsionar o RH 4.0 na sua empresa, agregar tecnologia com o ATS certo é o primeiro passo. Para isso, conte com o PandaPé, o ATS de recrutamento e seleção que centraliza, humaniza, digitaliza e agiliza os seus processos.