7 práticas para otimizar o processo de recrutamento da sua empresa

Tempo de leitura: 6 Minutos

Saiba como facilitar o processo de recrutamento e seleção a fim de tornar o RH mais estratégico

processo de recrutamento

Em um modelo de negócio eficiente, otimizar atividades funciona como uma regra. Seguindo essa lógica, no RH, dispor de estratégias práticas para tornar o processo seletivo mais ágil é, por consequência, uma forma de implementar isso.

Falar sobre otimização dos processos de recrutamento pode parecer um pouco abstrato e complicado, mas na realidade, mudanças estratégias podem fazer uma grande diferença no dia a dia do RH.

Por isso, o objetivo deste artigo é apresentar de forma direta como colocar em prática ações que otimizam o processo de recrutamento como um todo. Para isso, é preciso ter em mente que processos seletivos inteligentes são a principal forma de potencializar o recrutamento.

Ou seja, automatizar e digitalizar ações burocráticas são as principais chaves de melhorias no processo seletivo. Além disso, também é importante padronizar ações e criar metodologias ágeis para auxiliar igualmente o seu RH rumo à eficiência e assertividade.

Otimizar o processo de recrutamento significa também acompanhar as tendências de digitalização do setor de recursos humanos RH e do comportamento de candidatos para entregar processos seletivos alinhados com o mercado.

processo de recrutamento

Conheça na prática ações que vão otimizar o processo de recrutamento e seleção

1. Entenda o modelo processo de recrutamento

Antes de tudo, ao começar um processo seletivo é preciso identificar qual o melhor formato para recrutar. Essa é uma questão que o RH precisa analisar, entender qual é perfil da vaga a ser preenchida, a oferta de candidatos no mercado e os diferenciais competitivos da empresa.

Além disso, considere aqueles profissionais que já fazem parte do quadro de funcionários. Ou seja, um recrutamento interno, promoção e programa de indicação são estratégias interessantes quando falamos de otimizar os processos.

Conheça os tipos de recrutamento

O recrutamento interno é sempre uma forma econômica de preencher uma vaga e garantir aderência ao fit cultural da empresa, uma vez que o colaborador já está adaptado ao clima organizacional. Além disso, essa é uma forma de valorizar e engajar os colaboradores, que por fim, impulsiona a marca empregadora.

2. Entenda as necessidades do cargo

Antes de pensar na divulgação e aplicação de um processo de recrutamento é preciso definir algumas estratégias, como a definição da vaga. Com o propósito de encontrar o candidato ideal, o RH precisa definir quem é esse profissional. Ou seja, é importante ter em mãos as necessidades da vaga e competências esperadas.

Por isso, é fundamental que a comunicação entre o setor de recursos humanos e os gestores das vagas esteja alinhada. Por isso, o coordenador que demanda um novo integrante em sua equipe é a pessoa ideal para fornecer ao RH as informações que vão definir o perfil profissional a ser encontrado.

processo de recrutamento

3. Divulgue a vaga de forma transparente

Uma das principais formas de evitar candidaturas não aderentes nos processos de recrutamento, é anunciar a vaga de forma atrativa, direta e transparente. Assim, com o perfil do candidato definido e os parâmetros de contratação, escrever o Job Description assertivo é apenas uma consequência desse alinhamento de informações.

O Job Description deve conter:

  • Título e cargo;
  • Regime de contratação
  • Descrição da vaga;
  • Funções a ocupar;
  • Requisitos obrigatórios;
  • Escolaridade necessária;
  • Diferenciais de destaque;
  • Local de trabalho;
  • Horário;
  • Instruções para candidatura.

Informações como faixa salarial e benefícios também são relevantes caso a empresa queira e possa divulgar. Informações sobre a cultura da empresa e valores também são relevantes e podem compor a página Trabalhe Conosco.

É preciso ser objetivo e oferecer aos candidatos noções gerais sobre a vaga, dessa forma as candidaturas tendem a ser mais aderentes às necessidades da empresa.

O que não fazer no Job Desciption

4. Defina as etapas do processo de recrutamento

Outro ponto interessante que o RH pode padronizar para otimizar o processo de recrutamento são as etapas de seleção. Ou seja, entender exatamente o que acontece em cada momento do recrutamento facilitará a seleção dos candidatos.

É nesse momento que a equipe de recursos humanos precisa analisar o que é mais assertivo dentro da realidade da empresa. Por isso, pense desde a triagem de currículos até a escolha do candidato, isso ajuda a definir as etapas e o tempo do processo de recrutamento, além de entender quais são fundamentais para encontrar o profissional certo de forma ágil e eficiente.

Por consequência, definir essas etapas mantém um caminho a ser seguido por todos os recrutadores, o que facilita caso algum profissional tenha que se ausentar, mantendo sempre uma lógica dentro do processo de recrutamento. Isso também ajuda a impulsionar a experiência do candidato, uma vez que o RH informa com clareza cada passo a ser seguido.

Leia sobre experiência do candidato no recrutamento online

5. Anuncie as vagas nos lugares certos

Otimizar as etapas básicas da seleção traz diversos ganhos ao RH no decorrer do processo de recrutamento, esse é o caso da divulgação das vagas. Embora essa seja uma etapa considerada simples, porém é decisiva para encontrar o candidato certo e diminuir o tempo de busca dos recrutadores.

Por isso, conheça o perfil do candidato e entenda quais são os canais usados pelo público-alvo da vaga. Dessa forma, escolher o local certo de divulgação é uma das formas de atrair candidatos mais aderentes.

Alguns locais possíveis:

6. Faça entrevistas assertivas

Sem dúvidas a entrevista é uma parte fundamental em um processo de recrutamento, após fazer a triagem dos candidatos e aplicar testes de qualificação, é nesse momento que o recrutador pode conhecer melhor o profissional e entender se ele possui o perfil ideal para ocupar o cargo.

Lembrar dos pontos mencionados anteriormente (necessidade da vaga e perfil do candidato), é o principal fator para ter uma entrevista assertiva. Além disso, é importante ler o currículo previamente e se preparar para fazer perguntas estratégicas, visando sempre a vaga a ser ocupada.

Para otimizar a conversa e não fugir do assunto, é importante que o recrutador seja o agente que guiará a entrevista. Afinal, deixar o candidato confortável com a entrevista é diferente de não conduzir de forma estratégica.

Além disso, a entrevista é o momento certo do processo de recrutamento para alinhar as expectativas. Deixe também o candidato falar sobre o seu momento profissional e o que ele busca em uma oportunidade, com essas informações a contratação se torna mais assertiva, reduzindo o turnover e a recontratação.

7. Agregue tecnologia ao processo de recrutamento

Dispor de tecnologia para aprimorar o processo de recrutamento é a principal forma de otimizar de forma assertiva as atividades de recrutamento e seleção. Ferramentas para a digitalização do RH, como o ATS PandaPé contam com Inteligência Artificial específica para agilizar o processo de recrutamento e manter a qualidade das contratações.

Com um software de recrutamento é possível otimizar:

  • Divulgação das vagas;
  • Triagem de currículos;
  • Fluxo de aprovação dos candidatos;
  • Comunicação com o candidato;
  • Testes e avaliações
  • Entrevistas online;
  • Feedback automatizado.

Alinhar todos esses pontos otimiza o tempo não só do RH mas de todos envolvidos no processo. Para saber mais sobre as vantagens de contratar com tecnologia, solicite uma demonstração gratuita.

conheça o pandepé