Employer Branding: o que é e qual a importância da marca empregadora?

Tempo de leitura: 15 Minutos

Entenda o que significa Employer Branding, os benefícios e como aplicar estratégias de sucesso para a reputação da sua marca empregadora

Employer Branding

Com as redes sociais e a internet, cada vez mais as empresas estão conquistando visibilidade e se aproximando dos profissionais. Com isso, o conceito de marca empregadora começa a ganhar evidência e nesse cenário, as práticas de Employer Branding são fundamentais para manter o engajamento positivo. Mas o que tudo isso quer dizer?

Basicamente o Employer Branding são um conjunto de estratégias para garantir a satisfação dos colaboradores e gerenciar a imagem e reputação da empresa. Com o objetivo de:

Como resultado desses pontos, as empresas podem aumentar a produtividade e o engajamento dos funcionários, além de contratar com mais facilidade, uma vez que os profissionais desejam ingressar na companhia devido a reputação da organização.

Entenda como trabalhar a marca empregadora durante a crise

É por isso que cada vez mais o RH busca entender essa prática e até mesmo realizar curso de Employer Branding, para criar um plano efetivo voltado para que a marca empregadora sejam expostas ao público externo.

Para te auxiliar nessa missão, reunimos neste artigo o que é Employer Branding, os principais pontos e estratégias de como aplicar ações de marca empregadora e mensurar o retorno. Boa leitura!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

O que é Employer Branding?

Antes de aprofundar nosso conhecimento sobre Employer Branding é importante começarmos pelo básico. O que é Employer Branding?

A tradução livre significa “marca do empregador”, ou o conceito de marca empregadora em termos mais claros, que de forma simplificada trata-se de uma série de técnicas e metodologias para construir uma imagem positiva da empresa diante do mercado de trabalho, mas com foco na percepção dos colaboradores.

metodologias de RH - Employer Branding

Por isso, quando falamos sobre o que é Employer Branding é importante ter em mente que é tudo que envolve a manutenção da visão dos profissionais, colaboradores e candidatos, sobre a sua marca empregadora.

Dessa forma, a prática tem sido muito discutida no setor de recursos humanos, inclusive em curso de Employer Branding voltados para a área.

Uma vez que os times de RH precisam entender a necessidade de criar ações para trabalhar o Employer Branding e melhorar satisfação interna e visibilidade externa.

É importante destacar que o Employer Branding deve acontecer de dentro para fora, ou seja a ideia é que a empresa comece a ser reconhecida pelo que representa para os colaboradores, de acordo com a visão interna.

Qual a importância de investir de Employer Branding?

Com uma oferta maior de empresas no mercado e a busca por profissionais cada vez mais completos e habilidosos, encontrar, contratar e reter o candidato ideal é um desafio para o RH e nesse cenário a as práticas de Employer Branding estão entre as soluções para destacar a empresa.

Além disso, essa com boas estratégias de Employer Branding é possível aumentar a produtividade da empresa, uma vez que os funcionários ficam mais engajados e satisfeitos com a rotina de trabalho.

Ou seja, quando estamos felizes e sentimos orgulho da organização o comprometimento com as entregas aumenta.

Com tudo isso, outro aspecto que devemos considerar quando falamos de Employer Branding são os reflexos financeiros, uma vez que os custos com contratação tendem a diminuir. Isso pois a retenção dos colaboradores é maior e a procura pela empresa também, com uma atração mais qualificada.

Employer Branding

As vantagens do Employer Branding

Agora que já apresentamos o que é Employer Branding e a importância do conceito de marca empregadora para as estratégias da empresa. Podemos seguir, e explicar quais são os benefícios de construir uma boa reputação para sua organização. E depois, falar sobre como funciona o Employer Branding na prática.

São inúmeros os benefícios de fortalecer sua marca empregadora, abaixo listamos os principais dentro do contexto de recursos humanos.

Redução da rotatividade

A princípio, esse é um dos principais benefícios do Employer Branding, a retenção de talentos permite uma redução de custos desnecessários para o setor. Ou seja, diminuir as desligamentos, e por consequência, novos processos e treinamentos.

Portanto, a redução do turnover é uma consequência natural de suas estratégias de Employer Branding.

Atração de talentos

Se por um lado temos a redução de rotatividade, de outro temos a atração de talentos como um dos benefícios do Employer Branding. Afinal, uma empresa que tem boa reputação de sua marca empregadora, possui mais chances de encantar e atrair os profissionais de forma orgânica.

Saiba como o Employer Branding influência no Inbound Recruiting

Na prática, quando uma empresa trabalha de forma efetiva em suas ações de marca empregadora, gera desejo e proximidade por parte de colaboradores e candidatos.

Assim, as redes sociais, sites de avaliação pública, além do próprio site da marca, são os canais importantes de divulgação para as ações de Employer Branding.

Como criar uma Página Trabalhe Conosco de sucesso?

Identificação dos profissionais

As práticas de Employer Branding mostram os aspectos que a sua empresa valoriza em uma cultura organizacional, por isso a retenção de talentos ganha destaque, uma vez que fera identificação e o sentimento de pertencimento.  

Com isso, a atração de profissionais dentro das expectativas e necessidades da empresa tão são maiores, impulsionando o Inbound Recruiting, o que facilita a atuação dos recrutadores.

Fit Cultural

Esse ponto também está ligado à atração e identificação dos profissionais. Além de influenciar no dia a dia de trabalho, o Fit Cultura mostra o que o funcionário têm em comum com a empresa, e com o Employer Branding esse alinhamento é fortalecido.

Fit Cultural

Aumento nos lucros

O sentimento de valorização causado pelas ações de Employer Branding são um ponto decisivo para o desenvolvimento e aumento do engajamento dos colaboradores, com isso, a motivação para trabalhar também cresce e as entregas são mais qualificadas, impactando no sucesso e lucro da empresa.

Redução de custos

Do outro lado da conta, temos a redução de custos graças as boas práticas de Employer Branding uma vez que com o aumento da satisfação o a rotatividade diminui, o setor de recrutamento gasta menos tempo e dinheiro para contratar e treinar novos talentos.

Engajamento da equipe

Que RH não quer sua equipe de colaboradores engajados com as ações propostas pela empresa? Todo mundo quer aquela festa de final de ano divertida e alegre, colaboradores compartilhando seu dia a dia nas redes sociais, clima organizacional positivo e agradável.

Sendo assim, ter uma equipe feliz e engajada com a marca é resultado de suas estratégias de Employer Branding. Ou seja, trabalhar a marca empregadora com o Employer Branding é principalmente valorizar os colaboradores. E com isso, impulsionar a motivação no ambiente de trabalho.

Colaboradores como promotores da marca

Como vimos, um dos benefícios espontâneos das ações de Employer Branding é a atração e retenção de talentos, e o engajamento dos colaboradores. Logo, os colaboradores são transformados também em promotores da marca empregadora.

Segundo a psicologia, o ser humanos necessita externar suas conquistas para alimentar o ego. Por isso, trabalhar em uma empresa que possui uma boa reputação, fortalece esse sentimento de conquista.

Diferencial competitivo

Por último, e não menos importante, temos o diferencial competitivo. Isso quer dizer que as ações de Employer Branding auxiliam também na visibilidade de marca perante aos concorrentes.

Toda empresa quer ser melhor que os concorrentes em todos os âmbitos não é mesmo? Seja em vendas ou na atração de talentos. Então, não deixe de focar em ações para promover a marca empregadora.

Para falar mais sobre os benefícios do Employer Branding, reunimos com a Employer Branding Brasil, alguns especialistas sobre o tema que atuam nas melhores empresas para se trabalhar, de acordo com o Best Work Places.

Confira o que as melhores empresas para se trabalhar têm a nos ensinar sobre Employer Branding

Melhor relacionamento com o público

Outro efeito positivo do Employer Branding está na relação com clientes e fornecedores, isso porque quando a marca é bem vista pelo mercado de trabalho todos que possuem contato com a empresa também a admiram, facilitando inclusive o fechamento de negócios.

Quem deve ser o responsável de Employer Branding?

Uma das principais dúvidas de CEOs e diretores é sobre quem deve ficar responsável pelas ações de Employer Branding dentro da empresa. Pois, em muitos casos existem uma divisão dentro da área de marketing que cuida apenas da marca da empresa.

Resolvendo de forma simples essa questão, o RH na maioria das empresas é visto como responsável pela marca empregadora, mas, pode contar com a ajuda da área de marketing ou de outros gestores, e até mesmo de curso

Ou seja, aliar as ações de Employer Branding com a força e a divulgação de marketing aumentam as chances de atingir mais pessoas e aumentar a visibilidade e força da marca empregadora.

Employer Branding e experiência do candidato

Promover uma boa experiência do candidato pode ser considerada uma das tarefas mais difíceis para o RH. Ela está ligada ao recrutamento do profissional ideal, que esteja alinhado aos valores e políticas da empresa.

Para encontrar o colaborador ideal, é importante que ações voltadas para a gestão sejam realizadas desde o primeiro contato com o talento.

É necessário criar um vínculo baseado na ética e transparência que reflete dentro e fora das organizações, independente do candidato se tornar ou não um funcionário em sua empresa.

A experiência do candidato fomentará ao mercado, uma visão positiva sobre a marca. Em termos simples, os profissionais podem se tornar promotores da sua empresa.

Candidato Ideal

Jornada do colaborador e a relação com o Employer Branding

Você sabe qual é a jornada dos seus colaboradores? Quais são todas a etapas que eles percorrem entre entrar e sair da sua empresa?

Dentro de uma companhia o colaborador passa por varias etapas, mas as principais são:

Saiba como fazer uma boa entrevista de desligamento

Essa informação é fundamental para que o RH identifique o momento certo de colocar em práticas ações de Employer Branding específicas.

Por isso, o setor de recursos humanos deve acompanhar toda a trajetória dos colaboradores dentro da empresa, ajudando a desenvolver e evoluir o profissional em sua jornada.

Mas qual a relação disso com o Employer Branding? É simples! Quando acompanhamos a jornada do colaborador, ficamos sabendo exatamente em qual etapa ele está e o seu nível de engajamento, e isso ajuda a planejar e executar as melhores estratégias para conduzir o colaborador para um nível mais elevado.

Ou seja, desde a etapa do recrutamento, onboarding ou retenção, o RH deve analisar e agir em prol da marca empregadora.

Employer Branding e Endomarketing entenda a diferença

Ainda é comum que as pessoas confundam estes dois conceitos. Afinal, ambos envolvem o principal ativo da empresa, o capital humano.

Como citamos anteriormente, o Employer Branding é o conceito que visa promover a marca empregadora de dentro para fora, com a visão objetiva sobre o cotidiano e a experiência real dos funcionários da sua empresa.

Já o Endomarketing, é o conjunto de ações com o objetivo de melhorar o relacionamento interno e a comunicação entre funcionários e empresas.

Por isso, ambos os conceitos são muitos próximos, e podem trabalhar juntos com um único objetivo, melhorar o ambiente organizacional e elevar a visibilidade da marca empregadora.

Como aplicar ações de Employer Branding?

Defina seus objetivos

Em qualquer estratégias de sucesso é importante definir os objetivos antes de iniciar uma ação, e com as práticas de Employer Branding isso não é diferente. Os seus objetivos podem ser muitos, aqui destacamos os principais.

  • Tornar o ambiente de trabalho mais agradável;
  • Melhorar a imagem da empresa;
  • Reduzir a rotatividade;
  • Fortalecer a cultura organizacional.

Além de definir o objetivo é importante desenhar um projeto de ações que condiz com os recursos e equipe disponíveis para aplicar o Employer Branding.

Site de avaliação pública

Outuro ponto importante ao iniciar um processo de Employer Branding, avalie os sites que publicam avaliações de empresas, como a página do InfoJobs. Por exemplo, faça uma análise sobre como está a reputação da sua marca na visão de colaboradores atuais, ex-funcionários e candidatos.

Sendo assim, construa um banco de dados e reúna o máximo de informações relevantes sobre o que estão falando sobre sua empresa.

Ou seja, saiba quais são os pontos fortes, pontos fracos, notas e as principais diferenças do que é comentado por quem está empregado, quem já saiu e quem passou por algum processo seletivo.

Esses elementos vão ajudar o RH a mapear os desafios para criação de um plano de ação.

Confira mais no artigo sobre Employer Branding e por que ele é importante para a sua empresa.

Experiência do candidato na sua estratégia de Employer Branding

A experiência do candidato é uma parte fundamental nas suas ações de Employer Branding. Portanto, analise com atenção a forma como os candidatos estão participando dos seus processos seletivos. Se houver necessidade, aplique algumas ações para que essa experiência dentro da empresa seja positiva, independente do resultado da seleção.

De acordo com o InfoJobs Adivisor, plataforma que citamos acima, o profissional que participou de um processo de recrutamento, também pode avaliar a entrevista, dando notas e fazendo comentários.

Por isso, preocupe-se com esse momento e tenha certeza de que sua equipe de seleção está comunicando tudo que é necessário, passando informações de forma clara, enviando prazos, propostas, etc.

Diferenciais da sua empresa

Você sabe quais são os principais diferenciais que os colaboradores enxergam em relação a sua empresa? Se sim, considere criar uma lista com as características mais comentadas e entenda os motivos que levam esses itens ao destaque.

Saiba como os dados podem apoiar o RH na construção de experiências

Relacione, por exemplo, quais são os benefícios mais interessantes, as parcerias mais utilizadas, as ações de endomarketing com maior adesão e tudo que gera comentário positivo ou repercute nas redes sociais.

Assim seu plano de Employer Branding terá embasamento suficiente para atrair candidatos qualificados. Além disso, será mais fácil transformar o colaborador em um promotor da marca, gerando conteúdo e relacionamento no ambiente digital.

Comunicação interna

Employer Branding não é só uma questão da área de recursos humanos. Para que o plano de ação seja efetivo, é necessário incluir outros departamentos e envolver, principalmente, as lideranças da empresa.

Fortaleça a integração entre as áreas e unifique o discurso interno para que o colaborador se sinta mais à vontade para sugerir ideias, propor inovações, fazer críticas construtivas e ajudar no desenvolvimento de melhorias para a organização.

É por isso que, mais do que um trabalho de RH, é necessário que a gestão também esteja apta para promover mudanças, ouvir os colaboradores e desenvolver relacionamento favorável, além de incentivar debates construtivos para melhorar reputação da marca empregadora.

Faça benchmarking

Aqui, é necessário entender como os concorrentes estão posicionados em sites de avaliações de empresas. Por isso, veja quais são os pontos fortes e fracos que podem ajudar a montar uma estratégia melhor de Employer Branding?

Fazer benchmarking não indica que você deve copiar o que outras empresas estão fazendo. Mais sim, trocar experiências e renovar ideias. E por isso que o InfoJobs produziu as lives com a Employer Branding Brasil e as melhores empresas para se trabalhar. Confira aqui!

Portanto, utilize esta analise para entender como as suas concorrentes estão posicionadas no mercado e veja o que você poderá trazer para suas ações de Employer Branding.

Assim como, pesquisar cases de sucesso para conhecer trabalhos de Employer Branding é uma ótima alternativa também.

Veja um exemplo no artigo “SAP: Construindo seu Employer Branding”.

Crie um plano de ação para Employer Branding

Assim, depois de promover o alinhamento interno sobre a importância de trabalhar o Employer Branding, fazer análise interna, pesquisar a concorrência e valorizar a experiência do candidato nos processos seletivos, é hora de montar um plano de ação.

Primeiramente, selecione as ideias mais apropriadas para a cultura da empresa e faça um planejamento incluindo tempo, custo e responsáveis. Logo após, crie um cronograma com todas as etapas e prazos para conclusão.

Por fim, mensure os dos resultados, observando o grau de satisfação dos colaboradores e a experiência dos candidatos nos processos de recrutamento.

Employer Branding

Sucesso do Employer Branding

Para que suas estratégias de Employer Branding tenham sucesso e adesão por parte de todos os colaboradores é necessário seguir alguns passos para entregar um resultado satisfatório e coeso.

Estratégia de onboarding

Sabemos que a primeira impressão do candidato é a que vai fixar em sua mente, portanto, a primeira regra para obter sucesso em suas estratégias de Employer Branding é criar uma ótima experiência de processo seletivo e onboarding.

Deixar claro o clima organizacional, a cultura da empresa e os benefícios é importante. Entretanto, apresentar são os valores da companhia, vão fazer com que os profissionais se identifiquem com a filosofia da empresa.

Fale sobre a missão e a visão com seus candidatos, exponha esses preceitos para que ele seja inserido o quanto antes no ambiente e comece a colher melhores resultados.

Feedback

O feedback é fundamental para avaliar e impulsionar o sucesso de suas ações de Employer Branding. Se muitas vezes não conseguimos enxergar os gaps dentro do processo, a opinião dos colaboradores podem ser a peça chave para o andamento das ações.

Por isso, realizar pesquisas periódicas, permitirão um entendimento maior sobre o sentimento dos funcionários, além de gerar dados e insight para novas ações. Sendo assim, analise todas as possibilidades e comentários para extrair os melhores resultados.

Veja 9 templates de feedback para você usar no seu processo seletivo e melhorar a experiência do seu candidato.

Transparência

Agir com transparência favorece os resultados de suas ações de Employer Branding. Afinal, transmitir aos seus colaboradores a sensação de que sua empresa é o melhor lugar para trabalhar, potencializa a produtividade e a entrega individual.

Sabemos que as empresas possuem altos e baixos, e expor isso para seus colaboradores gera o sentimento de pertencimento, e entendimento sobre a situação.

Entretanto, apenas alguns permanecerão engajados ao perceberem estas situações adversas da rotina de uma empresa. Cabe ao RH e a gestão identificar estes colaboradores e fortalecer os laços entre empresa e profissional.

Engajamento

Por fim, o engajamento, este é o principal termômetro se suas ações estão de acordo com os objetivos ou não.

Como falamos anteriormente, o engajamento é uma peça fundamental em Employer Branding, pois além de ser um dos benefícios e fazer parte da jornada do funcionário, o engajamento serve de KPI para as ações de Employer Branding.

Avaliar o engajamento permitirá que sua empresa tome as ações necessárias para aumentar ou diminuir a intensidade de suas ações.

Uma das principais formas de avaliar o engajamento é mensurar os compartilhamentos em redes sociais, as avaliações da sua empresa no site do InfoJobs Advisor e o nível de satisfação da sua equipe.

Curso de Employer Branding

Para te ajudar ainda mais a transformar a sua empresa em um bom lugar para se trabalhar, atrair e reter os melhores talentos criamos também um curso de Employer Branding, com uma série de conteúdo, estratégias e dicas para a sua empresa aplicar e impulsionar as estratégias.

Todo conteúdo é simples e didático, acesse agora mesmo!

curso employer branding

Conclusão

Trabalhar a reputação com Employer Branding vai além de uma estratégia de marca, pois promove a satisfação das pessoas que fazem parte da empresa.

Com o PandaPé, nossos clientes têm a possibilidade de criar uma página “Trabalhe Conosco” para expor informações, divulgar fotos e vagas, podendo personalizar de acordo com a identidade visual de cada empresa.

Além disso, por meio do InfoJobs Advisor, seus colaboradores podem avaliar o local de trabalho e os candidatos podem falar sobre suas experiências em entrevistas. Esses dados são inseridos no “Trabalhe Conosco” e ajudam a atrair profissionais que se identifiquem com a cultura da organização.

Conheça todas as funcionalidades PandaPé

Quer conhecer o PandaPé e descobrir o que um software de recrutamento e seleção pode fazer pela sua empresa? Clique na imagem abaixo.

PandaPé

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.