Vídeo entrevista: como avaliar os candidatos

Tempo de leitura: 7 Minutos

Saiba como adaptar a análise dos candidatos em uma vídeo entrevista, para encontrar os melhores profissionais com o recrutamento a distância

vídeo entrevista

Em processos de recrutamento e seleção a distância e 100% digitais, a vídeo entrevista passa a ser a principal forma de conhecer os candidatos.

É nessa conversa, mediada por uma tela seja de computador ou mesmo pelo celular, que candidatos e recrutadores se conhecem e entendem as expectativas de cada lado, a fim de tomar uma decisão mais assertiva.   

Se nos últimos anos agregar tecnologia ao RH era considerado uma tendência, nos últimos meses tornou-se uma necessidade.

Afinal, com a crise pandêmica do COVID-19, muitas empresas tiveram que adaptar seus processos. E com isso, adotar ferramentas digitais para a execução de atividade remota, devido as medidas de isolamento social.

Assim, o recrutamento digital – e a vídeo entrevista – vem sendo colocado em prática, até mesmo de forma repentina, na rotina das empresas que desejam continuar contratando de maneira segura e eficiente.

Logo, é nesse cenário que a equipe de recursos humanos encontra novos desafios, entre eles proporcionar uma boa experiência ao candidato no recrutamento digital, fazer o onboarding digital ou como avaliar o candidato durante a vídeo entrevista, tema para discutirmos neste artigo.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

O que é a vídeo entrevista?

A vídeo entrevista é um recurso que faz parte das inúmeras possibilidades de um recrutamento digital para facilitar o dia a dia de recrutadores.

Esse recurso tem o objetivo de tornar o processo seletivo mais rápido e econômico, e com a qualidade e os resultados ainda melhores quando comparados ao recrutamento presencial.

O processo de vídeo entrevista pode ocorrer de duas formas:

  1. Solicitação de vídeos gravados pelo recrutador

Nesse formato de vídeo entrevista, o candidato envia um vídeo respondendo às perguntas solicitadas pelo setor de recursos humanos ou apresentando alguma habilidade.

O tempo de duração da vídeo entrevista é pré-determinado pelo recrutador e, em algumas plataformas, é permitido gravar o vídeo apenas uma vez com o envio automático para garantir espontaneidade do candidato.

2. Realização da vídeo entrevista em tempo real

Esse é o modelo de vídeo entrevista que vamos abordar ao longo do artigo.

A entrevista por vídeo ocorre ao vivo e, caso seja realizada via software de recrutamento e seleção, ficará registrada na plataforma para futuras consultas.

O formato ao vivo de vídeo entrevista é o que mais se aproxima do processo presencial. Afinal, o recrutador conduz a entrevista da forma que achar mais adequado, direcionando perguntas de acordo com a necessidade, e avaliando, inclusive, as reações do candidato.

Nos dois tipos de vídeo entrevista, é importante que o RH oriente os candidatos com dicas como:

  • Instruções de posicionamento de câmera;
  • Iluminação;
  • Conexão de internet;
  • Postura similar conforme a do presencial.

Ao adotar o recrutamento digital, os profissionais de recursos humanos precisam estar atentos também as condições de cada candidato referente aos equipamentos necessários e as interrupções que podem acontecer. Lembre-se, é preciso ser ainda mais empático.

Como fazer uma vídeo entrevista assertiva

Sabemos que essa é uma realidade nova para muitos recrutadores, que estão acostumados com o contato direto com os talentos. E por isso, podem sentir dificuldades para conhecer e interpretar o perfil dos candidatos por meio do recrutamento digital.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para conduzir a vídeo entrevista de forma mais assertiva, sem comprometer a qualidade do processo seletivo.

Dicas para recrutar a distância com eficiência

Nas primeiras vídeo entrevistas conduzidas alguns profissionais do setor de recursos humanos podem sentir a necessidade de realizar uma conversa mais longa. Para conhecer melhor o candidato e fazer uma leitura corporal mais precisa, isso é comum, mas com a prática o processo tende a ser mais simples.

O que considerar ao avaliar os candidatos?

Alguns pontos básicos são fundamentais em qualquer entrevista, são eles:

Pontualidade

Normalmente, o senso de responsabilidade de um candidato é avaliado pela pontualidade ao participar de um processo seletivo. Com a vídeo entrevista não é diferente, por isso é importante observar a pontualidade para iniciar a conversa.

Sabemos que imprevistos acontecem, mas devem ser comunicados com antecedência. Uma das principais formas de evitar os problemas técnicos, que são recorrentes, é verificar equipamentos e conexão antes do horário agendado.   

Apresentação pessoal

Os processos seletivos feitos a distância são tão importantes quanto os presenciais, por isso os candidatos precisam se atentar também a apresentação pessoal. Ou seja, se vestir adequadamente para o momento, mostrando o comprometimento com a oportunidade e profissionalismo.

Isso não quer dizer que o candidato precisa estar de roupa social, mas detalhes como roupas amassadas ou sujas, cores chamativas, cabelos desalinhados são pontos para levar em consideração.

Escolha do local para a chamada

O local escolhido para realizar a vídeo entrevista também deve ser observado. Embora seja comum o candidato não ter um escritório para a ocasião, é necessário que o ambiente seja silencioso e bem iluminado.

Observe esses pequenos cuidados que o candidato leva em consideração, mostrando assim o interesse na vaga e a preocupação para passar uma imagem positiva.

Preparação para a entrevista

Antes de tudo, tenha em mente que esse é um ponto que deve ser considerado tanto no momento de avaliar quanto ao conduzir o processo.

Cabe ao recrutador entender exatamente quais são as necessidades para a vaga disponível e quais as competências que o candidato deve apresentar. Não se esqueça de conferir esses pontos.

Como planejar o recrutamento fazendo home office

Aqui, o RH considera também quais são as informações que deseja transmitir ao candidato. Contar com um roteiro de entrevista pode ser uma solução para conduzir um bom processo. Nesse artigo, demos o exemplo de 20 perguntas para realizar em uma entrevista de avaliação de Fit Cultural.

Agora, por parte do candidato, é nesse momento que o recrutador consegue analisar o seu entusiasmo com a vaga e preparo para a vídeo entrevista. Afinal, um profissional que pesquisa e conhece sobre a empresa se mostra com maior interesse na oportunidade.

Postura profissional

Para alguns candidatos a vídeo entrevista pode ser uma excelente oportunidade para mostrar suas habilidades e competências. Por estar em casa, muitos profissionais se sentem mais seguros e a vontade para expressar sua personalidade.

Mas, cabe ao recrutador conduzir a conversa para não perder o foco e manter a postura profissional. Em um processo digital é preciso ter um equilíbrio entre promover um clima agradável e a seriedade da vídeo entrevista.

Comunicação verbal

Esse é um ponto que ajuda a analisar a desenvoltura do candidato, mesmo em uma entrevista por vídeo. Ou seja, ao criar um ambiente confortável para o profissional se apresentar é importante que ele tenha o domínio da linguagem ao desenvolver suas colocações.

É necessário apresentar clareza e objetividade na comunicação, ou seja, transmitir um pensamento e se fazer entender. A ausência dessas características ajuda os recrutadores a perceber se o candidato está nervoso ou até mesmo sendo incoerente.

Comportamento e linguagem não verbal

Aqui, podemos pensar em alguns aspectos importantes para o RH, como: expressões faciais, gesticulações, o olhar e até mesmo movimentos involuntários.

Embora durante a vídeo entrevista não seja possível observar completamente a linguagem corporal dos candidatos, mas é possível observar:

  • Postura dos ombros: quando curvados podem indicar insegurança;
  • Braços cruzados: mostram a falta de paciência ou desinteresse;
  • inclinações corporais;
  • Uso das mãos: quando o candidato apresenta interesse pelo assunto abordado;
  • Tranquilidade ao falar.

Esses são alguns pontos que não podem deixar de ser avaliados durante uma vídeo entrevista. Apesar da limitação da tela, ainda é possível detectar diversas reações, por isso aproveite para analisar esses aspectos em cada pergunta e situação apresentada.

O tom de voz também é um indicador importante para medir a interação e entusiasmo do candidato durante a vídeo entrevista, e pode demonstrar o grau de interesse no assunto e oportunidade. 

Experiências e conhecimentos técnicos

O momento da entrevista é a oportunidade para conhecer melhor as competências profissionais dos candidatos. Então, durante a vídeo entrevista os recrutadores devem explorar as informações apresentadas nos currículos e os dados captados nos testes online.

Aprofunde o assunto de acordo com os conhecimentos apresentados, a maneira como o candidato aborda cada tema mostra o nível de domínio sobre as competências. Logo, esses questionamentos, agregados ao comportamento corporal, auxiliam os recrutadores a constatar se todas as informações do currículo são verdadeiras. 

Além disso, questionar sobre as experiências passadas é válido para saber como aquele profissional enfrenta situações do dia a dia. Essa é a melhor forma de entender se o candidato se encaixa no ritmo da empresa.

Como identificar o candidato de acordo com o fit cultural

Tecnologia certa para obter os melhores resultados

Para realizar uma vídeo entrevista de qualidade o setor de recursos humanos deve contar com sistemas próprios para recrutamento e seleção, como PandaPé.

No software desenvolvido pelo InfoJobs é possível marcar a vídeo entrevista de forma automática com os candidatos mais aderentes as vagas e envolver os gestores.

Outra vantagem, é a possibilidade de acessar o conteúdo da vídeo entrevista a qualquer momento, com isso o recrutador pode analisar tecnicamente cada momento e observar todos os detalhes para uma contratação assertiva.

Além disso, com um ATS também é possível aplicar testes e avaliações personalizadas, para que o candidato passe por filtros de triagens automáticos, antes de chegar a vídeo entrevista. O PandaPé digitaliza e centraliza todas as informações dos processos seletivos, promovendo economia de tempo e recursos da área de recrutamento. 

Para recrutar remotamente não é necessário reinventar a abordagem feita com os candidatos, apenas adaptá-las e treinar o olhar da equipe de recursos humanos para as novas situações estabelecidas pela vídeo entrevista.

O perfil do novo profissional de recursos humanos

Com os processos tecnológicos, como a vídeo entrevista, as dinâmicas de contratação se tornam mais ágeis e econômicas, devido a ausência de necessidade de deslocamento, por exemplo.

Conheça o PandaPé e saiba como otimizar os seus processos seletivo!

9 Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.