4 tipos de lideranças e como desenvolve-la em sua empresa

Conhecer os tipos de lideranças é função fundamental para todos os profissionais, principalmente para quem trabalha com gestão de pessoas ou recursos humanos.  Mudanças no mercado de trabalho, nas estruturas das empresas, nos processos gerenciais e no comportamento profissional, fez com que o conceito de liderança tenha muito mais importância no dia a dia das empresas.

Isso se dá pois, ao mesmo tempo que as empresas buscam resultados positivos, é necessário encontrar os líderes certos para elevar a produtividade da equipe. Só se preocupar com a gestão de pessoas e com o desenvolvimento, não seria suficiente para reter e atender as necessidades dos profissionais e dos departamentos. Afinal, como sempre reforçamos, os resultados positivos que as empresas atingem são reflexos diretos dos colaboradores.

Atrelado a isso, os funcionários também passaram a buscar em seus gestores referências e inspirações. Em termos simples, os líderes passaram a ser uma figura importante para a evolução profissional, e até mesmo pessoal, de seus liderados.

Alguns autores atribuem liderança como uma característica que pertence à certos indivíduos. Outros, como um papel que deve ser exercido por alguém que está à frente de uma equipe ou grupo de pessoas. Opiniões e divergências à parte, a liderança mudou sua aplicabilidade, e quem não a acompanhar ficará para trás.

Continue a leitura e descubra quais são os tipos de liderança, as vantagens de cada um deles e como identificar e desenvolver líderes em sua empresa.

Líder X Chefe

Antes de entrar no tema sobre os tipos de liderança, precisamos diferenciar os líderes dos chefes. Pois ambos têm funções e atributos totalmente opostos quando se trata de gerenciamento de pessoas e projetos.

O chefe age de maneira autoritária e tem bastante dificuldade de compartilhar conhecimentos e responsabilidades. Por causa disso, tenta concentrar as tarefas mais importantes em si, agindo de forma centralizadora. Além de ficar sobrecarregado, o chefe raramente deposita confiança e envolve o seu time em projetos importantes. Não solicita ou escuta a opinião de seus liderados, ou seja, o diálogo amplo e aberto não é uma opção para esse perfil.

Não faz parte da rotina do chefe compartilhar resultados e planejamentos da empresa, se preocupar com o clima organizacional, reconhecer o trabalho dos funcionários e fornecer feedbacks que agreguem valor.

Já o líder se preocupa com os resultados, mas busca alcançá-lo através do trabalho em equipe, potencializando e valorizando dos conhecimentos e habilidades do seu time. Normalmente está aberto a ouvir e, quando possível, implementar as ideias dos colaboradores.

Ao contrário do chefe, aposta no diálogo e prioriza sempre a troca positiva entre empregado e empregador, visando o bem-estar e a qualidade de vida dentro do ambiente de trabalho. É visto como um exemplo pelos colaboradores.

A principal diferença entre líder e chefe está na forma como desenvolvem os colaboradores. Enquanto chefes continuam presos no arcaico pensamento de que “manda quem pode, obedece quem tem juízo”, o líder se preocupa em desenvolver um ambiente agradável e competitivo para alcançar melhores resultados.

Agora que sabemos as principais diferenças entre líder e chefe, entenderemos quais são os tipos de liderança. Leia e descubra em qual você se encaixa ou como desenvolver líderes na sua empresa.

Liderança autocrática

Há alguns anos, a liderança autocrática era, sem dúvidas, a mais aplicada e usada como referência quando se pensava no papel de gestor. Hoje, este modelo é bastante criticado devido à chegada da transformação digital e das gerações X e Y, que são contra burocracias e autoritarismo.

Neste modelo de liderança, há centralização no gestor e regras muito bem definidas de processos, sem a possibilidade de flexibilização para testar novas ideias e buscar outros resultados.

Vantagens:

  • Controle de fluxos;
  • Agilidade na tomada de decisão;
  • Conclui projetos no prazo;
  • Entrega de resultados positivos;

Desvantagens:

  • Não estimula a criatividade;
  • Desmotiva e desvaloriza a equipe;
  • Aumento de estresse;
  • Clima organizacional tenso;

Liderança liberal

Neste modelo, o líder proporciona mais liberdade a sua equipe e enfatiza a importância da autogestão do time. Mas acompanha os colaboradores, e se torna um facilitador em situações em que os profissionais precisam de apoio. 

Vantagens:

  • Estimula a criatividade;
  • Dá autonomia aos colaboradores;
  • Demonstra confiança no time;
  • Não fica sobrecarregado;

Desvantagens:

  • Produtividade baixa devido a imaturidade da equipe;
  • Falta de orientação;
  • Desmotivação;
  • Mais suscetível ao erro;

Liderança democrática

O líder democrático é o meio termo entre os dois modelos anteriores: neste, o gestor conta com as contribuições da equipe durante os projetos do departamento e, normalmente, toma as decisões baseadas na opinião formada em conjunto, assim, aproveita o potencial de cada membro da equipe.

Vantagens:

  • Valorização e satisfação da equipe;
  • Bom clima organizacional;
  • Aumento da criatividade e inovação;
  • Decisões mais assertivas;

            Desvantagens:

  • Demora para as tomadas de decisões;
  • Pouco embasamento teórico;
  • Perda de controle da equipe;
  • Diminui a postura autoritária do líder;

Liderança situacional

Na liderança situacional está associada a mudança de estratégia e a alternância de comportamento para enfrentar as situações diárias e os diferentes tipos de colaboradores da melhor forma.

Neste caso, o líder se adéqua e age da maneira diferente em cada situação, sendo mais assertivo de acordo com a sua experiência, pensamento e visão de negócio.

Vantagens:

  • Inteligência emocional;
  • Visão mais estratégica;
  • Alta capacidade de atingir metas;
  • Mantem o clima organizacional agradável;

Desvantagens:

  • Visão de curto prazo;
  • Mudanças repentinas de estilo;
  • Não tem identificação com a equipe;
  • Comunicação generalista;

Como desenvolver lideranças em sua equipe

Desenvolver liderança em sua empresa requer entender o cenário atual da companhia e identificar quais tipos de liderança é necessário para alcançar os resultados desejados.

Todos os líderes, independente do tipo que citamos acima, possuem características similares, e identificar estes comportamentos é papel fundamental do RH. Veja como identificar as lideranças em sua empresa:

  • Proatividade
  • Ética
  • Criatividade
  • Instinto de motivar
  • Agir com respeito
  • Empatia
  • Boa comunicação
  • Trabalho em equipe
  • Pensamento racional

Após identificar as características acima é necessário implementar ações que visam o desenvolvimento de líderes em sua empresa. Veja algumas dicas de como seu departamento de Recursos Humanos pode influenciar o crescimento das lideranças em sua empresa:

  1. Não ter uma política de nível hierárquico
  2. Incentivo à cultura de transparência
  3. Comunicação interna
  4. Desenvolvendo habilidades dos colaboradores
  5. Trabalhando a empatia
  6. Programa de Feedback
  7. Resolução efetiva de problemas
  8. Sendo exemplo

Conclusão

Ter líderes que sejam referências em sua empresa, ajudam a inspirar e motivar toda a equipe, além de ser importante para o desenvolvimento profissional.

Independentemente dos tipos de lideranças, conseguir identificar quais profissionais são adequados para cada tipo de vaga é um desafio para os recrutadores.

O bom líder é aquele que consegue extrair o máximo de sua equipe sendo um exemplo de profissional, gerando resultados positivos para empresa e, consequentemente, para sua equipe.

E você, qual o tipo de liderança combina com seu estilo?